PRESIDENTE DA CÂMARA

Lira diz que não concorda com decisão de Barroso de suspender piso salarial da enfermagem

Redação BSM · 5 de Setembro de 2022 às 09:24

“Respeito as decisões judiciais, mas não concordo com o mérito em relação ao piso salarial dos enfermeiros. São profissionais que têm direito ao piso e podem contar comigo para continuarmos na luta pela manutenção do que foi decidido em plenário”, disse Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse que vai "lutar" para manter o piso salarial da enfermagem, aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, mas suspenso pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Roberto Barroso.

“Respeito as decisões judiciais, mas não concordo com o mérito em relação ao piso salarial dos enfermeiros. São profissionais que têm direito ao piso e podem contar comigo para continuarmos na luta pela manutenção do que foi decidido em plenário”, disse ele, em suas redes sociais.

Neste domingo (4), Barroso deu 60 dias para que governo federal, estados, Distrito Federal e entidades do setor prestem informações sobre impacto financeiro, riscos de demissões e possível redução na qualidade do serviço prestado. A decisão de Barroso foi dada em ação movida pela CNSaúde (Confederação Nacional de Saúde, Hospitais e Estabelecimentos e Serviços).

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"