TEMPO REAL

Apuração está quase no fim, acompanhe em tempo real

Redação BSM · 2 de Outubro de 2022 às 08:53

Acompanhe em tempo real tudo o que você precisa saber sobre este primeiro dia de votação

Às 8 horas em ponto, horário de Brasília, as urnas eletrônicas foram abertas em todo o país. Neste domingo (2), brasileiros saem de casa para decidir o destino dos próximos quatro anos do Brasil. No total, 156 milhões eleitores estão aptos a votar.

Você, eleitor, pode acompanhar aqui todas as atualizaçoes em tempo real deste dia. Às 17 horas, quando as urnas forem fechadas, o BSM fará também uma live para analisar o 1º turno e acompanhar a apuração dos resultados. Não perca!

Destaques

 

21h10 - O candidato Elmano de Freitas (PT) foi eleito em primeiro turno ao cargo de governador do Ceará, recebendo 53,68% dos votos (2.652.441). Ele disputou com Capitão Wagner (União), Roberto Cláudio (PDT), Chico Malta (PCB), Serley Leal (UP), Zé Batista (PSTU)

21h07 - Os candidatos Rogério Carvalho (PT) e Fábio (PSD) estão no segundo turno na disputa pelo governo de Sergipe. Ambos tiveram 44,70% (337.074 votos) e 38,85% (293.055 votos) – respectivamente. Eles competiram com Delegado Alessandro (PSDB), Niully Campos (Psol), Dr. Cláudio Médico Geriatra (DC), Prof. Aroldo Felix (UP) e Elinos Sabino (PSTU).

21h05 - Ibaneis Rocha (MDB) foi reeleito governador do DF com 50,30% dos votos.

21h - João Azevedo (PSB) e Pedro Cunha Lima (PSDB) disputarão o segundo turno pelo governo da Paraíba. João Azevedo, atual governador do Estado, recebeu 39,57% (851.758) dos votos. Já o adversário recebeu 23,96% (515.700) dos votos. Eles disputaram com Nilvan Ferreira (PL), Veneziano (MDB), Adjany Simplicio (Psol), Major Fábio (PRTB), Nascimento (PSTU), Adriano Trajano (PCO).

20h20 - Senado: Hamilton Mourão é eleito no Rio Grande do Sul e Magno Malta no Espírito Santo.

20h05 - No Mato Grosso do Sul, a disputa para o Governo do Estado vai para o segundo turno entre Capitão Contar (PRTB) e Eduardo Riedel (PSDB).

20h - No Espírito Santo, a disputa para o Governo do Estado vai para o segundo turno entre Renato Casagrande (PSB) e Manato (PL).

19h - Senado: Damares Alves (Republicanos) é eleita do Distrito Federal; no Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina (PP) é eleita.

17h50 - Acompanhe, em instantes, live de análise das eleições. A transmissão começará em instantes, assista aqui.

17h - Urnas fechadas. Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu início á apuração dos votos às 17h, no horário de Brasília. Alguns estados ainda aguardam o início da apuração. Em algumas seções, no entanto, ainda há gente votando.

16h31: TSE admite filas e garante que quem tiver na seção até 17 horas irá votar independente das filas que houverem no local. Biometria pode ter atrasado, admitiu o tribunal, que ressaltou importãncia da ferramenta para a segurança das eleições.

16h00: Em coletiva, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, minimizou os atrasos e filas registradas em todo o país. "Quem estiver na zona eleitoral até as 17 horas vai votar", disse o ministro. 

15h20: Bolsonaro declara que votou em Daniel Silveira e não em Romário, do seu partido. Declaração aparece em um vídeo no qual o presidente encontra o deputado, preso após criticar ministros do STF, após votação, de acordo com postagem do site O Antagonista. Veja.

14h30 - O candidato ao governo de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, votou neste domingo em Moema, Zona do Sul da capital paulista, e passou por um constrangimento junto a uma mesária que se recusou a cumprimentá-lo. Leia mais aqui.

14h - As polícias do Brasil registraram, até às 10h48 deste domingo ,130 prisões durante o primeiro turno das eleições. As informações foram publicadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, responsável pela Operação Eleições 2022. Leia mais aqui.

13h40: Zonas eleitorais mostram grande comparecimento neste domingo, 2 de outubro. Eleitores de Londrina aguardam para votar no Colégio Norman Prochet (foto)

13h - Bolsonaro já está em Brasília. O presidente acompanhará a apuração no Palácio da Alvorada.

11h45 - O senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente, votou no Rio de Janeiro e disse esperar uma vitória no primeiro turno. "Há uma chance", disse.

11h05 - O candidato Ciro Gomes (PDT) vota em Fortaleza. Ele foi até o local de votação acompanhado de familiares e de aliados políticos. “Eu pretendo parar por aqui, por uma circunstância: se eu ganhar, eu troco minha reeleição pela eleição de forma que o país precisa ter que foi jogado na lata do lixo em troca de um projeto de poder para o país. E se eu não vencer, eu quero ajudar a juventude a pensar coisas sem a suspeição de uma candidatura”, disse.

Foto: Assessoria de Ciro Gomes

11h03 - O prefeito de Hortolândia (SP), Zezé Gomes, foi preso neste domingo por boca de urna. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo. Segundo o TRE, ele será liberado após o registro da ocorrência.

11h - Eleitores registram pessoas vestidas de verde e amarelo nas ruas. Veja alguns vídeos e fotos:

10h40 - Padre Kelmon votou em Salvador, capital da Bahia. Ele disse que há apenas dois candidatos de direita nas eleições deste ano, ele e Jair Bolsonaro. “Vamos definir essa eleição no primeiro turno. Temos no Brasil, hoje, duas candidaturas de direita: padre Kelmon e Jair Bolsonaro. Você escolhe: o padre ou Bolsonaro. Homens que defendem a vida”, afirmou.

Foto: Reprodução

10h38 - O TSE divulgou balanço parcial que mostra que, até as 9h30 deste domingo, 401 urnas eletrônicas haviam sido substituídas nas zonas eleitorais de todo o país. O número corresponde a 0,07% do total de 472.075 urnas eletrônicas.

10h30 - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, determinou neste domingo (2) a remoção de todas as publicações sobre o voto de Marcola, líder do PCC, em Lula (PT). Essa informação veio à tona na noite deste sábado, divulgada pelo Antagonista. O jornal teve acesso aos autos da Polícia Federal, que interceptou conversas de Marcola. Leia mais aqui.

10h11 - A candidata à presidência, Simone Tebet (MDB), votou em Campo Grande neste domingo. Ela compareceu à Escola Estadual Lucia Martins Coelho.

10h - O Ministério da Justiça divulgou um balanço de ocorrências relacionadas ao primeiro turno das eleições. Até as 8h35 deste domingo, foram registradas 8 ocorrências de boca de urna e 7 ocorrências de transporte ilegal de eleitores. Nenhuma ocorrência de violação de sigilo do voto foi notificada pela pasta.

9h40 - Ao falar com jornalistas após votar, Bolsonaro repetiu que está confiante na sua vitória. "Nesses 45 dias, fui praticamente em todos os estados do Brasil. Ontem em Joinville, algo nunca visto no Brasil. Tanta gente na rua nos apoiando. Infelizmente eu não vi isso na imprensa. Mas tudo bem, faz parte da regra do jogo. O que vale é o datapovo”, disse.

Foto: Reprodução

9h35 - Fernando Lucena, marido da candidata ao Governo de Pernambuco, Raque Lyra, morreu nesta manhã, em Caruaru. Ele passou mal em casa e foi atendido pelo Samu, mas veio a óbito. A causa da morte ainda não foi divulgada.

9h30 - A Polícia Federal (PF) divulgou o primeiro balanço de ocorrências deste domingo (2). Até as 8h47, foram apreendidos mais de R$ 55 mil em dinheiro. Além disso, quatro inquéritos foram instaurados; 49 pessoas foram conduzidas à delegacia; e ocorreram sete flagrantes. Todos os casos são relacionados a possíveis crimes eleitorais.

9h23 - A maioria dos brasileiros na Austrália escolheu o candidato Lula na votação realizada no país. Segundo o boletim de urna, o petista ficou com 52,9% (1.771 votos).

9h20 - Depois de votar na Zona Oeste do RJ, o presidente Jair Bolsonaro falou rapidamente com a imprensa. Disse: “Eleições limpas têm que ser respeitadas. Estou confiante”.

9h15 - No Japão, Bolsonaro levou a melhor. O resultado das urnas da cidade de Nagoia, o presidente teve 79,2% dos votos, contra apenas 10,7% de Lula. Os outros conseguiram o seguinte: Ciro (PDT) 5,3%; Simone Tebet (MDB) 4,1%; Péricles (UP) 0,5%; e Felipe D'Ávila (NOVO) 0,2%. A jurisdição do Consulado-Geral de Nagoia (Aichi) tem o maior número de eleitores do país.

9h10 - Cerca de 697 mil brasileiros com domicílio eleitoral no exterior estão aptos a votar em 2022 exclusivamente para os cargos de presidente e vice-presidente da República. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número é 39,21% maior que o da última eleição, em 2018, quando ultrapassou 500 mil.

9h - Também por volta das 9 horas, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, votou em São Paulo. Ele acompanhará a apuração em Brasília. "Nós temos certeza que no final do dia teremos os resultados com tranquilidade", disse. Assista ao momento da votação:

9h - O ex-presidente Lula (PT) venceu na Nova Zelândia com 329 votos, o equivalente a 73,44% do votação total das seções do país. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu 71 votos, o equivalente a 15,85%. Ciro Gomes (PDT) teve 23 votos (5,13%); seguido por Felipe D'Ávila (Novo), com 14 (3,13%); Simone Tebet (MDB), com 8 (1,79%); Padre Kelmon, com 3 (0,67%); Léo Péricles (UP), com 2; e Sofia Manzano (PCB), com um voto. A abstenção de brasileiros no país foi de 85%.

09h - O presidente Jair Bolsonaro chega para votar no Rio de Janeiro, na Vila Militar, Zona Oeste.

Foto: Reprodução/TV Globo

8h35 - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, publicou em uma rede social que "a Justiça eleitoral segue trabalhando para que todos tenham um Domingo tranquilo e seguro".

8h20 - Por volta deste horário, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) chegou ao Colégio Santa Marcelina, no bairro São Luiz, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, para votar. A petista estava acompanhada de candidatos e apoiadores do partido.

8h - As urnas são abertas. Os eleitores têm até as 17 horas, horário de Brasília, para votarem. Neste ano, o horário foi unificado em todo o país, causando mudanças para os eleitores de Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Fernando de Noronha.

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"