AMÉRICA LATINA

Trump anuncia maior operação antidrogas da história

Lucas Ribeiro · 6 de Abril de 2020 às 15:19

Operação pode desestabilizar Nicolás Maduro e levar à queda da narcoditadura venezuelana

O presidente Donald Trump e o Comando Sul do exército americano anunciaram a maior operação antidrogas da história do Ocidente. O primeira etapa da operação está sendo o deslocamento para o Caribe um grande contingente de navios, destroieres, helicópteros e buques.

O conselheiro de segurança nacional Robert OaBrien afirmou que Nicolas Maduro é uma ameaça para os Estados e que essa operação antidrogas “reduzirá o apoio com o qual o regime Maduro financia suas atividades”.

O analista político Raul Gallegos explica o alcance das possíveis ações americanas nos próximos dias:

1) ameaças militares psicológicas como a presença naval nas fronteiras marítimas;

2) ações militares não invasivas, como bloqueio naval ou ataques de drones contra alvos militares;

3) ação militar invasiva com tropas especiais para capturar os líderes narcoterroristas;

4) invasão militar de larga escala.

Todas as cartas estão na mesa nesse momento.

A estratégia da Casa Branca é atacar de forma contundente o narcotráfico proveniente da Venezuela. Cm essa ofensiva contra as atividades ilegais que sustentam a ditadura venezuelana, será sufocado o sistema cooptação financeira elaborado por Maduro e seus apoiadores. Ao mesmo tempo é um estímulo a setores de oposição que tomem alguma atitude, enquanto gera grande pânico e terror nas hostes chavistas.