RÉVEILLON FRUSTRADO

Surto de covid interrompe cruzeiro na Bahia

Paulo Briguet · 31 de Dezembro de 2021 às 16:20

Anvisa determinou a suspensão de atividades de navio Costa Diadema, com quase 4 mil passageiros. Todos apresentaram comprovante vacinal

O sonho se transformou em pesadelo – ou pelo menos em um grande aborrecimento – para os 3.836 passageiros que pretendiam passar o Réveillon no navio de cruzeiro Costa Diadema. A embarcação, que partiu de Santos nesta quinta-feira (30) com destino a Ilhéus (BA), foi interditada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) depois que foi identificado um surto de covid entre os entre os tripulantes e passageiros. O Costa Diadema atracou ontem no porto de Salvador com 68 casos positivos de infecção pelo coronavírus (56 tripulantes e 12 passageiros). Detalhe: todos apresentaram certificado de vacinação e teste RT-PCR negativo 24 horas antes do embarque.

Em comunicado à imprensa, a Anvisa informou que “o navio seguirá com restrições durante sua navegação de volta até Santos, onde os passageiros poderão desembarcar”. Segundo a agência, a maioria dos casos é assintomática, com apenas algumas pessoas apresentando sintomas leves da doença.

A reportagem do BSM entrou em contato com o médico Luiz Flávio Leal de Mattos, que está no cruzeiro com a esposa, a filha e o genro. Os pacientes com covid foram isolados em um ala do navio, mas todos os outros foram orientados a voltar para suas cabines. Os serviços de restaurante e bar foram todos suspensos. “No momento em que estou falando com você (por volta das 12h30), as pessoas estão fazendo fila para estocar água e levar o que puderem para as cabines”, disse o médico. “Hoje (31) nos estaríamos em Ilhéus e passaríamos o Réveillon navegando, mas todas as atividades a bordo foram suspensas.”

Mais tarde, a empresa Costa Crociere, responsável pelo cruzeiro, liberou serviços externos de alimentação e o acesso às piscinas. Muitos passageiros se recusaram a voltar para as cabines. “A empresa está sendo atenciosa, e responsabiliza a Anvisa pelas decisões tomadas a bordo”, afirma Luiz Flávio. Por volta das 13h30, os passageiros residentes em Salvador começaram a ser liberados para sair do navio mediante comprovação de endereço e compromisso de seguir as orientações da Anvisa.

Ainda não se sabe como será a virada de ano para a maioria dos passageiros e tripulantes do Costa Diadema.

 


Faça sua assinatura anual do Jornal Brasil Sem Medo! Você paga por 10 meses e leva 12 (290/ano). Garanta seu acesso a reportagens relevantes, precisas e confiáveis, análises inteligentes e bem humoradas, 365 dias por ano.