DIÁRIO DE UM CRONISTA

Somos todos manés

Paulo Briguet · 16 de Novembro de 2022 às 16:55

Uma frase que define o assalto contra o povo brasileiro
 

Em sua recente viagem a Nova York, Luís Roberto Barroso foi interpelado por um cidadão brasileiro que o questionou sobre as anomalias na contagem dos votos da eleição presidencial. O cidadão, no entanto, cometeu um erro fatal ao abordá-lo de maneira respeitosa. O método correto para lidar com gente como Barroso é o insulto; como ensinava Olavo de Carvalho, tratar esses caras por senhor já é uma concessão inaceitável; é você e olhe lá.

Diante da abordagem indevidamente respeitosa, Barroso virou-se para o cidadão e disse:

— Perdeu, mané. Não amola.