PRISÃO POLÍTICA

Sara Winter é presa pela Polícia Federal, em Brasília

Yasmin Alencar · 15 de Junho de 2020 às 08:42

O mandado de prisão foi decretado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal 

A ativista política Sara Winter foi presa na manhã desta segunda-feira (15) pela Polícia Federal, em Brasília. De acordo com o advogado, Bertoni Barboza, o mandado de prisão expedido contra Sara é temporário e pode durar até cinco dias, sendo prorrogado por mais cinco.

Sara Winter é investigada em um inquérito inconstitucional do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre fake news e foi alvo de busca e apreensão no mês de maio. Apesar disso, o mandado de prisão autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, se deu devido uma investigação sobre financiamento de protestos antidemocráticos, conforme informou a rede social da ativista.

A ativista é líder do grupo '300 do Brasil' que esteve acampado na Esplanada dos Ministérios até a manhã de sábado (13), quando foi desmantelado por policiais militares do Distrito Federal. O acampamento estava em Brasília desde o fim de abril com o objetivo de manifestar apoio ao presidente Jair Bolsonaro e também para a realização de “treinamento intensivo de técnicas de revolução não-violenta”.

Após a ação, o grupo chegou a invadir a parte superior da cúpula do Congresso Nacional, no entanto foram retirados pela polícia legislativa. 

* Mais informações em instantes

 


Gostou desse conteúdo? Há muitas outras matérias de excelente nível de informação e análises exclusivas para nossos assinantes. Você pode optar por 3 planos de assintura: a assinatura mensal por apenas 29/mês, a assinatura trimestral, por 87/trimestre e a assinatura anual, por 290/ano (2 mensalidades gratuitas) e garantir acesso a todo o conteúdo premium do Brasil Sem Medo.