GIRO DE NOTÍCIAS

Rapidinhas BSM – Weber dá 5 dias para Bolsonaro se manifestar sobre encontro com embaixadores

Fernando de Castro · 8 de Setembro de 2022 às 19:34

Weber também determinou a Procuradoria-Geral da República (PGR) arquivar uma investigação interna da PGR contra o presidente

ENCONTRO: A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, deu um prazo de cinco dias para que o presidente Jair Bolsonaro se manifeste sobre suposto ataque feito ao sistema eleitoral do país durante reunião com embaixadores no dia 18 de julho. Ele não é obrigado a se manifestar junto à Corte. Weber também determinou a Procuradoria-Geral da República (PGR) arquivar uma investigação interna da PGR contra o presidente, que pediu em agosto que o STF, em razão de já existir uma apuração preliminar em andamento na Procuradoria, arquivasse esse pedido de investigação na Corte por se tratar de um assunto interno. A Ministra entendeu que a acusação não pode ser tratada como um assunto interno (“interna corporis”).

- LUTO: Ao emitir os votos de pesar pela morte da Rainha Elizabeth II, o presidente Jair Bolsonaro disse que a monarca “não foi apenas a Rainha dos britânicos, mas uma rainha para todos nós”. A rainha Elizabeth II faleceu nesta quinta-feira (8), aos 96 anos de idade. Após ordens médicas, a soberana havia cancelado toda a sua agenda de compromissos nos últimos dias e estava no Castelo de Balmoral, na Escócia, onde passava as férias. Toda a família estava com ela no local. A rainha teve quatro filhos, oito netos e 12 bisnetos. O presidente decretou três dias de luto oficial e convidou o povo brasileiro a prestar homenagens à Rainha.

- MENOSPREZO: Jornalistas da mídia tradicional dispararam críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL), pelo suposto uso eleitoral das comemorações dos 200 anos da Independência. O jornalismo profissional que se tornou militância nas redações, ficou impressionado com as multidões que acompanharam o desfile. Uma das análises que mais repercutiu nas redes sociais foi a da jornalista Eliane Cantanhêde, comentarista política do GloboNews, durante o jornal Em Pauta.

- CANDIDATURA: Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta quinta-feira (8), o registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do candidato a vice, Geraldo Alckmin (PSB), para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022. Para a eleição deste ano, Lula e Alckmin concorrerão pela Coligação Brasil da Esperança, formada pela federação Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PC do B), federação PSOL/REDE, PSB, Solidariedade, Avante e o Agir.

- IDENTITARISMO: A exposição do Bicentenário da Independência aberta oficialmente pelo Congresso tem sido criticada por enfatizar ideologias identitárias, a exemplo da pauta LGBT, deixando de lado o tema da Independência do país. Intitulada 200 anos de Cidadania, a exposição foi aberta à visitação pública nesta quarta-feira (8). No Salão Negro do Congresso Nacional encontram-se painéis em que se exalta a “consolidação de direitos LGBT” com fotos de manifestações que tinham como tema o “orgulho gay”.

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"