CONEXÃO KGB

Quem tem medo de voto impresso?

Redação BSM · 18 de Maio de 2021 às 15:37

A partir das 20h, Bernardo Küster, Silvio Grimaldo e Paulo Briguet falam sobre a PEC do voto impresso, a CPI dos mascarados e outros temas da arena política. Participação especial: deputado Filipe Barros

Quem tem medo de voto impresso e auditável? Todos aqueles que não seriam bem recebidos na gigantesca manifestação verde-amarela do último dia 15.
Os que não podem andar no meio do povo e só conseguem circular em ambientes controlados, certamente esses têm medo do voto impresso e auditável.
Morrem de medo do voto impresso e auditável os que que utilizam a CPI dos mascarados como palanque e picadeiro; os que desejam proibir toda e qualquer comentário crítico sobre a maior ditadura do mundo; os que perderam a fonte de dinheiro público e, com ela, público e audiência.
Temem o voto impresso e auditável aqueles que não causam boa impressão nem passam por auditorias; os ladrões que gritam “Pega genocida!”; e até mandatários que trancam o Estado e abrem os braços para a sexualização da infância e a colorização de palácios.
Bernardo Küster, Silvio Grimaldo e Paulo Briguet não têm medo de voto impresso e auditável. E hoje, no Conexão KGB, eles falam sobre os votofóbicos que querem mandar no Brasil. Ao vivo e em cores, às 20 horas, no canal do BSM.
O programa de hoje conta com a participação especial do deputado Filipe Barros, relator da Comissão Especial do Voto Impresso.
 


É justamente por isso que você precisa assinar o Brasil Sem Medo. Por menos de 1 real por dia, você tem acesso exclusivo às nossas matérias, análises, entrevistas, crônicas, podcasts e ebooks. Você pode optar pela assinatura anual, por 290/ano (média de R$24/mês) ou pela assinatura trimestral, por 87/trimestre (média de R$29/mês) e acessar agora mesmo a todo o conteúdo premium do Brasil Sem Medo.