ANS

Planos de saúde perderam 283 mil clientes durante a pandemia

Fábio Gonçalves · 7 de Julho de 2020 às 19:32

Baixa procura dos serviços médicos privados durante a pandemia foi um dos fatores que levaram à queda

Números divulgados nesta terça-feira (7) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) demonstram que de março a maio deste ano os planos de saúde perderam 283 mil clientes, uma redução de 47, 113 milhões para 46, 829 milhões beneficiários.

No entanto, apesar da baixa, a ANS avalia que o setor permanece estável:

“No geral”, disse a ANS, em nota, “o setor manteve a tendência de estabilidade, com pequenas oscilações em relação aos meses anteriores”.

Vale acrescentar que, em tendência contrária, os planos odontológicos tiveram um aumento de 979 mil com relação ao mesmo período (maio) do ano passado. 


Fatores

Um dos fatores que contribuíram a essa queda é a baixa procura dos serviços médicos privados durante a pandemia.

Temendo serem infectados com o coronavírus, muitos pacientes deixaram de ir aos hospitais para consultas de rotina, exames, atendimentos emergenciais e cirurgias eletivas. No Paraná, conforme noticiamos em maio, redes de hospitais filantrópicos estavam à beira da falência.

Leia mais: Hospitais estão à beira da falência por falta de pacientes

Além disso, há a alta do desemprego e o consequente corte de despesas entendidas como supérfluas pela população.

 


Gostou desse conteúdo? Há muitas outras matérias de excelente nível de informação e análises exclusivas para nossos assinantes. Você pode optar por 3 planos de assintura: a assinatura mensal por apenas 29/mês, a assinatura trimestral, por 87/trimestre e a assinatura anual, por 290/ano (2 mensalidades gratuitas) e garantir acesso a todo o conteúdo premium do Brasil Sem Medo.