VEGANISMO

Pelo planeta, cidade holandesa proíbe anúncios de carne

Diógenes Freire · 12 de Setembro de 2022 às 17:16

Em julho deste ano, milhares de produtores rurais se insurgiram contra as regras ambientais do governo

Com cerca de 160 mil habitantes, a cidade de Haarlem, na Holanda, decidiu proibir anúncios de carne em espaços públicos a partir de 2024. A inusitada proibição tem como justificativa a preocupação com a saúde e com o planeta.

Segundo o jornal The Guardian, apoiador declarado da causa, os anúncios serão proibidos nos ônibus, abrigos e telas em espaços públicos. Recentemente, a carne foi adicionada a uma lista de produtos considerados ofensivos ao clima.

De acordo com a proponente do projeto, vereadora Ziggy Klazes, “muitas pessoas acham a decisão ultrajante e paternalista, mas também há muitas pessoas que acham que está tudo bem”, disse a vereadora ao instigar seu partido (GroenLinks) a promover a iniciativa nacionalmente.

Revolta

Em julho deste ano, milhares de produtores rurais se insurgiram contra as regras ambientais do governo holandês, que impõem severos cortes na emissão de óxido de nitrogênio e amônia nas fazendas do país. 

As medidas, impostas pela Suprema Corte da Holanda, podem levar ao fechamento de 30% das fazendas do país, além de desorganizar toda cadeia produtiva e abrir as portas para o desabastecimento. 

Em artigo publicado no BSM, o jornalista Brás Oscar explica como a agenda globalista fomenta crises através do ambientalismo que trata o ser humano como um problema. 

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"