DIÁRIO DE UM CRONISTA

PEC do Abismo: A mentira esquecida em que eles fingem acreditar

Paulo Briguet · 7 de Dezembro de 2022 às 15:01

Políticos de Brasília decidiram empurrar o país para o caminho da servidão. E você não poderá nem xingá-los

Há alguns dias, a papelaria do meu bairro pegou fogo. Lembro-me de acordar, na madrugada de domingo para segunda-feira, com o barulho dos carros de bombeiros. Na manhã seguinte, verifiquei que o incêndio não atingira apenas a papelaria, mas também um apartamento situado na sobreloja. Com grande surpresa, recebi a notícia de que o próprio dono da papelaria, desesperado com as dívidas e outros problemas, havia ateado fogo no estabelecimento. Ninguém sabe o seu paradeiro.

Hoje eu passei pela frente da papelaria incendiada. O cheiro de queimado ainda é forte, e restos das mercadorias e móveis destruídos pelo incêndio continuam espalhados pela calçada, compondo um cenário desolador. Lembrei-me de uma longínqua tarde, há 23 anos, quando eu contemplei uma igreja destruída pelo fogo na cidade histórica de Mariana, em Minas Gerais. Aquele foi o momento da minha conversão. Muitas vezes na vida é necessário contemplar o abismo antes de enxergar um ponto de luz.

Vejo que vigaristas da CCJ do Senado – com apenas três ou quatro exceções – aprovaram a tal PEC para dar R$ 148 bilhões para o governo do descondenado eleito por uma coleção de golpes.