CONVERSA

Papa Francisco e Lula têm audiência privada no Vaticano

Paulo Briguet · 13 de Fevereiro de 2020 às 11:21
O pontífice e o ex-presidente devem falar sobre fome e desigualdade social. Em princípio, corrupção e criminalidade não estão na pauta

O Papa Francisco recebe hoje no Vaticano, ao meio-dia (horário de Brasília), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, criminoso condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. O agendamento do encontro foi mediado pelo presidente argentino Alberto Fernández. Os principais temas da conversa devem ser o combate à fome e à desigualdade social. (Existe, porém, a hipótese de que o pontífice decida tocar no tema da corrupção e do assalto aos cofres públicos.)

Um aspecto importante deste encontro é que se trata de uma audiência privada, em que não há cobertura da imprensa do Vaticano. Portanto, a não ser que o Santo Padre decida falar sobre o conteúdo da conversa, a única narrativa sobre o encontro caberá a Lula, que sabemos não ser uma fonte exatamente confiável, sobretudo em temas que envolvam a sua famigerada pessoa.

Vale lembrar que Lula usou a viagem a Roma para se esquivar do seu depoimento sobre a Operação Zelotes, da Lava Jato, conforme noticiado pelo BSM.

Segundo fontes do BSM, o núncio apostólico no Brasil, D. Giovanni D'Aniello, não estava informado sobre o encontro.