MONARQUIA

Os ex-príncipes e a agenda política racialista

Braulia Ribeiro · 10 de Março de 2021 às 15:52

A “granada de mão” que Meghan e Harry lançaram foi chamá-los de racistas ― o insulto mais vil entre as vilezas

O ex-príncipe Harry, agora duque, e sua esposa americana Meghan Markle resolveram chorar as pitangas numa chatíssima entrevista que deram à jornalista bilionária Oprah Winfrey, dias atrás. O programa foi assistidíssimo, igualando-se em visualizações ao programa do Oscar em seus dias mais áureos. A entrevista se tornou convenientemente o assunto do momento para milhões de americanos que se ocuparam nos últimos dias com os detalhes da querela familiar narrados na voz queixosa de Meghan. A “granada de mão” ― termo usado para a entrevista na Inglaterra ― que os ex-princípes feridos lançaram na monarquia foi chamá-los de racistas, considerado o insulto mais vil entre as vilezas do mundo...