CARTA ABERTA

O futuro está em suas mãos, Presidente!

Silvio Grimaldo e Paulo Briguet · 30 de Setembro de 2020 às 16:11

Um apelo a Jair Messias Bolsonaro sobre a indicação para a nova vaga no Supremo Tribunal Federal

Estimado Sr. Presidente,

Os olhos do Brasil estão postos na sua caneta Compactor. Dela sairá uma decisão que interessa a todos os 200 milhões de brasileiros e terá reflexo não apenas no tempo de seu mandato ― que esperamos ver renovado pelo voto popular em 2022 ―, como também nos próximos 30 anos. Neste momento, os heróis de nossa Pátria ― D. Pedro II, José Bonifácio, Imperatriz Leopoldina, Princesa Isabel, Duque de Caxias, Joaquim Nabuco, Sobral Pinto ― observam ansiosos a movimentação de suas mãos e a assinatura do documento em que se oficializará a escolha do próximo ministro do Supremo Tribunal Federal. Da mesma forma, esse documento diz respeito aos brasileiros do futuro, aqueles que ainda não nasceram, e a quem desejamos deixar como herança uma nação próspera, digna das promessas de Cristo. Pense neles, Sr. Presidente.

Nos últimos 30 anos, o Supremo Tribunal Federal se transformou em um soviete ― uma Corte socialista como Lênin e Gramsci jamais sonharam ser possível. Todos os integrantes do STF, sem exceção, pertencem ao campo ideológico da esquerda, essa esquerda que tanto mal fez ao Brasil durante o longo reinado PT-PSDB. O Sr. notou como seus antecessores Lula e FHC estão unidos agora? Pois é, Sr. Presidente. Eles se reaproximaram ― na verdade, nunca estiveram distantes ―, entre outras coisas, para garantir a perpetuação do poder do STF criado por eles mesmos. O atual STF é uma invenção da esquerda brasileira ― essa esquerda socialista e corrompida que o Sr. prometeu derrotar.

Eis que agora se apresenta a primeira chance de iniciar uma fratura na cidadela esquerdista do STF. Em suas mãos, Sr. Presidente, está o poder de escolher um Ministro que inaugure uma nova era na Corte Suprema do Brasil. Há excelentes nomes qualificados, e não precisamos citá-los; certamente o Sr. já os conhece. Temos homens e mulheres que combinam coragem moral e elevado saber jurídico; para encontrá-los, basta ver as grandes lutas que o povo brasileiro travou nos últimos anos, lutas essas que o conduziram ao cargo máximo do País.

Mas é preciso usar de toda franqueza e dizer, alto e bom som: ― Entre essa galeria de notáveis, NÃO se encontra o nome do desembargador Kassio Nunes.

O desembargador Kassio representa muito daquilo que nós lutamos ― que o Sr. lutou! ― para remover do cenário político e judicial brasileiro. Advogado militante, ele só chegou ao cargo que hoje ocupa por indicação de sua famigerada antecessora Dilma Rousseff, por meio do também famigerado dispositivo do “quinto constitucional” (por alguns apelidado de “quinto dos infernos”).

Esse cidadão foi um dos signatários da decisão que adiou a extradição do terrorista Cesare Battisti ― uma decisão de tal maneira grotesca que até o indigitado ex-presidiário arrependeu-se dela.

Esse cidadão, durante um plantão judiciário, liberou o STF para continuar consumindo lagostas e vinhos caros com o dinheiro suado do povo brasileiro.

Esse cidadão ligou-se, por um longo período, aos socialistas que governaram (e ainda governam) seu Estado.

Nossa esperança, caríssimo Presidente, é que a indicação do referido desembargador seja mais uma das fake news que brotam todos os dias no jardim podre da mídia brasileira.

“A sorte favorece os audazes”, dizia um grande poeta da história. A coragem e a ousadia foram as virtudes que o levaram ao Planalto. Olhe para o exemplo de seu amigo, o Presidente Trump, com a indicação de Amy Coney Barrett à Suprema Corte americana.

Seja audaz, Sr. Presidente ― e nós o apoiaremos.

 

Londrina, 30 de setembro de 2020.
Audaces fortuna juvat.


É justamente por isso que você precisa assinar o Brasil Sem Medo. Por menos de 1 real por dia, você tem acesso exclusivo às nossas matérias, análises, entrevistas, crônicas, podcasts e ebooks. Você pode optar pela assinatura anual, por 290/ano (média de R$24/mês) ou pela assinatura trimestral, por 87/trimestre (média de R$29/mês) e acessar agora mesmo a todo o conteúdo premium do Brasil Sem Medo.