EVENTO

Ministra Tereza Cristina é homenageada na sede da Fiesp

Claudio Dirani · 19 de Março de 2022 às 14:12

Evento realizado na capital paulista contou com a participação do ministro Tarcísio Gomes de Freitas e do deputado estadual Frederico d’Avila, que a condecorou com o Colar do Mérito Legislativo

A ministra Tereza Cristina foi homenageada na manhã de hoje (18/3) na sede da Fiesp, em São Paulo, por seu desempenho nos últimos três anos no comando da pasta da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O evento contou com personagens de destaque da política nacional do presente e do passado, como o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o ex-ministro da agricultura, Blairo Maggi, que participou do evento por videoconferência.

Na cerimônia, o Deputado Estadual paulista, Frederico d’Ávila (PSL), entregou à ministra e pré-candidata ao Senado o Colar do Mérito Legislativo por sua atuação e apoio aos produtores agrícolas.

 

Apoio aos pequenos e médios produtores

 

A ministra Tereza Cristina discursou durante aproximadamente meia hora, destacando os principais feitos de sua gestão, além de comentar para o BSM sobre diversos temas específicos, como agricultura sustentável e apoio aos pequenos e médios produtores.

“As (linhas) de crédito para o pequeno agricultor mudam a vida dele”, afirmou Tereza Cristina, descrevendo em detalhes o programa federal Agronordeste. “Fui semana passada ao nordeste e fiquei impressionada. Estamos trabalhando em um novo sistema, diretamente na cadeia produtiva. Temos trabalhado muito com o Sebrae intensivamente para isso”, concluiu.

Além de exaltar o papel do governo Bolsonaro em temas como pequeno e médio produtores e agricultura familiar, Tereza Cristina fez questão de detalhar todo o esforço de seu ministério para harmonizar a produção agrícola às práticas sustentáveis.

“Temos uma grande parceria com o Ministério do Ambiente”, ressaltou a ministra”. “Nós, no Ministério da Agricultura, acolhemos o Incra porque as terras são um patrimônio do Brasileiro”, explicou.

“Para os que nos acusam de defender os agrotóxicos, temos progredido com o uso dos bio-agrotóxicos. Temos caminhado muito, graças às nossas universidades e as startups. Sabemos que as pessoas conhecem pouco sobre esse nosso trabalho. Na Cop (Conferência da ONU sobre mudanças climáticas) levamos esse programa ABC+, que foi testado, medido, com os dados corretos, e mostrando o que a agricultura brasileira tem feito. Uma política de agricultura de baixo carbono e que queremos descarbonizar cada vez mais”.

 

Homenagens

 

O ministro Tacísio Gomes de Freitas foi o primeiro a discursar. Assim como Tereza Cristina, o responsável pela infraestrutura deve deixar o cargo abril para disputar as eleições, no caso, o governo de São Paulo.

“Poucos sabem, mas a ministra Tereza Cristina foi importante pela negociação dos insumos de vacina com a China. Uma negociação, silente, um trabalho voluntário e de doação pelo país”, destacou. “Talvez não seja por outra razão que admiro esta mulher. Pequena na estatura, e gigante no profissionalismo. Agora, em outra situação de crise, ela saiu a campo para buscar os fertilizantes para o nosso agro. Para mim foi um grande aprendizado. Aprendi a ser mais profissional e a ter mais entusiasmo e a ser brasileiro. É sempre bom estar na Fiesp num momento especial dessa justa homenagem à ministra Tereza”, finalizou.

Além de prestigiar a ministra e representar produtores agrícolas de São Paulo, o deputado estadual Frederico d’Ávila compareceu à cerimônia para entregar à Tereza Cristina o Colar do Mérito Legislativo. “O Brasil teve a Imperatriz Teresa Cristina (esposa de D. Pedro II) e hoje tem a Imperatriz do Agro, Tereza Cristina. Os produtores devem muito ao seu trabalho pela agricultura de São Paulo e do Brasil”, ratificou d’Ávila.

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"