COVID-19

Médica recomenda cautela sobre vacinas e defende liberdade de escolha do paciente

Diógenes Freire · 21 de Julho de 2021 às 16:04

“Sim, eu me vacinei. Primeira dose da AstraZeneca em fevereiro. Adoeci em abril, antes da segunda dose. De lá para cá, muitos estudos e relatórios surgiram acerca de efeitos adversos que me levaram a repensar tomar meu reforço", escreveu a infectologista.