VAGA NO SUPREMO

“Eleitorado de Bolsonaro esperava alguém terrivelmente de direita”

Paulo Briguet · 5 de Outubro de 2020 às 22:22

Em novo vídeo, Silas Malafaia volta a criticar duramente a indicação de Kassio Nunes ao STF

O pastor Silas Malafaia, um dos mais influentes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, voltou a criticar severamente a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques para a nova vaga do Supremo Tribunal Federal. Em vídeo de 11 minutos postado hoje em seu canal do YouTube, Malafaia voltou a dizer que é um aliado do governo ― “mas aliado não é alienado”. Ele mencionou uma visita pessoal ao presidente, cerca de um mês atrás, quando teria levado a Bolsonaro uma lista tríplice aprovada por “95% das principais lideranças evangélicas”, composta pelos seguintes nomes:  Jackson De Domenico, (advogado e ex-desembargador eleitoral), José Eduardo Sabo Paes (procurador do MPF-DF) e William Douglas (juiz federal e escritor). Segundo Malafaia, na ocasião, Bolsonaro lhe teria dito que o primeiro nome para o STF não seria o prometido “terrivelmente evangélico”, mas uma escolha pessoal. No vídeo, o pastor afirma ter aceitado isso, mas que jamais esperaria ver escolhido um nome indicado à magistratura pela presidente Dilma e o PT.

Malafaia critica ainda as posições favoráveis de Kassio Nunes em relação ao “ativismo judicial” e suas menções elogiosas ao famigerado jurista americano Richard Dworkin, para quem o Judiciário pode ser usado para enfrentar a maioria conservadora da sociedade. “Ativismo judicial? Já temos o Barroso e o Alexandre de Moraes pra fazer isso. É mais do mesmo!”

Malafaia diz confiar na honradez do presidente e afirmou que Bolsonaro foi eleito como “fruto da oração de milhões de brasileiros, para nos livrar de uma catástrofe político-ideológica”. Para o líder religioso, os eleitores de Bolsonaro não esperavam um ministro do STF “terrivelmente evangélico, mas terrivelmente de direita”.

E terminou citando uma passagem do Livro dos Provérbios:

“As feridas do amigo são provas de lealdade, mas os beijos do que odeia são abundantes”.

Assista ao vídeo:

 

 


É justamente por isso que você precisa assinar o Brasil Sem Medo. Por menos de 1 real por dia, você tem acesso exclusivo às nossas matérias, análises, entrevistas, crônicas, podcasts e ebooks. Você pode optar pela assinatura anual, por 290/ano (média de R$24/mês) ou pela assinatura trimestral, por 87/trimestre (média de R$29/mês) e acessar agora mesmo a todo o conteúdo premium do Brasil Sem Medo.