DIREITO ÀS ARMAS

Virgínia: dois lobos e uma ovelha

Bene Barbosa · 21 de Janeiro de 2020 às 18:49
Milhares de cidadãos americanos protestam contra medidas do governo esquerdista da Virgínia para restringir a posse e o uso de armas pela população

“Democracia são dois lobos e uma ovelha votando o que haverá para o almoço. Liberdade é uma ovelha bem armada contestando o voto.” (Benjamin Franklin)
Imbuídos com o espírito retratado na citação acima, no último dia 20 de janeiro, mais de 20 mil cidadãos americanos — milhares deles armados — se reuniram no entorno do Capitólio do estado da Virgínia para defender a Segunda Emenda da Constituição Americana: “Sendo necessária à segurança de um Estado livre a existência de uma milícia bem organizada, o direito do povo de possuir e usar armas não poderá ser infringido”. Tal garantia individual da posse e uso se estende não somente às leis federais, mas também às legislações estaduais e municipais como determinou de forma peremptória a Suprema Corte em 2010. Sem maiores discussões, o direito de possuir e usar armas nos Estados Unidos é hoje tão certo quanto o direito ao voto e à liberdade de expressão.