GLOBALISMO

BRASIL REJEITA A AGENDA 2030 DA ONU

Alexandre Costa · 30 de Dezembro de 2019 às 09:09
No Plano Plurianual da União, presidente Jair Bolsonaro veta artigo que determinava obediência aos globalistas

O veto do presidente à Agenda 2030 não é apenas um ato estratégico e soberano, mas também um ato de extrema coragem, tendo em vista as inúmeras pressões nacionais e internacionais que esta atitude deve ocasionar.  Em outras palavras, foi um gesto de um verdadeiro estadista preocupado com seu povo e com sua nação.