A morte do Ivan Ilitch interior: uma vida com amor e coragem

Especial para o BSM · 19 de Janeiro de 2020 às 11:00
Inspirada na perturbadora obra de Lev Tolstoi, a juíza Ludmila Lins Grilo faz uma reflexão sobre o resgate do sentido da vida e a superação da “cultura do fingimento”

Ivan Ilitch é uma emblemática personagem de Tolstoi que se caracteriza justamente por não ter absolutamente nada de extraordinário. Um homem comum, que passou toda uma vida cumprindo ordinariamente seus ofícios de desembargador e pai de família. Nenhum grande feito, nenhuma ousadia, nenhuma emoção: nada havia em Ivan Ilitch que despertasse qualquer sentimento, nem bom, nem ruim. Um mero cumpridor de protocolos que chegou ao fim da vida sem história significativa alguma para contar.