VÍRUS CHINÊS

A Europa começa a sair da toca

Brás Oscar · 21 de Maio de 2020 às 14:50

Tudo está a voltar ao normal, mas não como era antes – é a nova normalidade
 

Esta semana se inicia a segunda fase do desconfinamento da quarentena em Portugal. Mais ampla que a primeira fase, iniciada no dia 4 de maio, agora cafés e restaurantes já podem receber seus clientes. Igrejas continuam fechadas.

Portugal entrou em quarentena no dia 18 de março, por meio de decreto de estado de emergência feito pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Inicialmente previsto para durar 15 dias, o decreto estendeu-se, em três renovações, até 2 de maio. Nesse período o país ficou travado: igrejas, escolas, museus, pontos turísticos e quase todo o comércio, com exceção de farmácias, supermercados e serviços de entrega ao domicílio. Depois veio o fechamento das fronteiras e o cerceamento parcial da liberdade de ir e vir.

Após o fim do estado de emergência, iniciou-se o estado de calamidade, menos grave na tabela de estados de exceção possíveis na legislação portuguesa. Agora o governo pretende desconfinar a população em três etapas, sendo a primeira, mais modesta, já encerrada. O primeiro-ministro António Costa afirma ter se reunido com especialistas, partidos e parceiros sociais para decidir de que forma se fará o regresso das atividades econômicas.
 
Da mesma maneira, vários países europeus iniciaram também seus desconfinamentos:

- Espanha: Desenvolveu um plano para a transição para uma “nova normalidade” que começou em 2 de maio, o plano terá várias fases e deverá se prolongar até junho. O deslocamento entre províncias e ilhas ainda está proibido.

- França: O comércio varejista, museus de pequeno porte e bibliotecas já reabriram. Os cafés, restaurantes, teatros e cinemas devem reabrir esta semana. Os transportes públicos estão aos poucos voltando a funcionar, mas é obrigatório usar máscara. Na terra de Santa Joana D’Arc as missas devem retornar em 2 de junho.

- Alemanha: As pequenas lojas já voltaram a funcionar. As máscaras são obrigatórias nas lojas e nos transportes públicos e as escolas reabriram em 4 de maio. Restaurantes continuam fechados, e por ora só podem fazer entregas ou pedidos a serem retirados no balcão para levar. 

- Itália: As escolas ficarão fechadas até setembro. Semelhante a Portugal, o desconfinamento também será feito em etapas, que na Velha Bota devem ser quatro. Boa parte da indústria italiana retomou suas atividades desde 4 de maio, mas ainda com medidas de restrições e distanciamento. Desde o dia 11 alguns estabelecimentos comerciais já puderam abrir, como lojas de roupas e sapatos. Restaurantes, cafés, barbeiros e cabeleireiros começaram a abrir esta semana.